Como calcular a hora extra?

Jornada

Como calcular a hora extra?

Paulo Pereira
Escrito por Paulo Pereira em 21 de outubro de 2016
Junte-se a mais de 5.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Calcular hora extra – A legislação trabalhista estabelece que, exceto em alguns casos, a duração normal do trabalho é de 8 horas diárias e 44 semanais no máximo. É permitida a realização de até 2 horas de horas extraordinárias, caso o empregado não trabalhe sob regime de compensação do sábado e 1h12, para quem trabalha sob este regime.

Conforme Constituição Federal de 1988, o percentual referente a remuneração do adicional das horas extras é de no mínimo 50%.

É importante ressaltar, contudo, que este percentual pode variar para mais, conforme Acordo ou Convenção Coletiva, podendo existir grandes variações, proporcionalmente, entres as classes trabalhadoras.

Por exemplo, classe X tem como parâmetro o mínimo legal, 50%, e a classe Y, recebe 100% do valor da sua hora, como adicional, devido ao acordo coletivo.

CÁLCULO DA HORA EXTRA

Para calcular hora extra, ou seja, para saber o valor da hora extra trabalhada, o empregado precisará do valor do seu salário bem como quantas horas extras foram feitas durante aquele período. Veja a seguir, a explicação de como calcular horas extras.

PERCENTUAL DA HORA EXTRA

Todo trabalhador terá direito a receber, no mínimo, 50% de hora extra caso trabalhe a mais no período de segunda a sábado – se o sábado não for compensado – e 100% caso trabalhe nos domingos e feriados. Conclui-se, portanto, que a hora extra vale mais que a hora normal de trabalho.

Para identificar o percentual é essencial possuir a convenção ou acordo coletivo da categoria da qual o profissional faz parte.

CÁLCULO DA HORA EXTRA

O cálculo das horas extras é realizado conforme os seguintes passos:

1 – Divida o seu salário mensal pela quantidade de horas do seu contrato de trabalho, que pode ser de 220h (o mais comum), 200h ou outra quantidade. Obs. Se você é horista, não precisa fazer este cálculo.

2 – Sobre o resultado do item número 1, aplique o percentual previsto na convenção coletiva. Se não houver previsão explicita nela, deverá utilizar os 50% determinados pela Constituição Federal.

3 – Sobre o adicional ao valor da sua hora.

4 – Multiplique o resultado do item anterior pela quantidade de horas realizadas durante o mês.

EXEMPLO

Pedro é um empregado, registrado sob contrato de 220 horas mensais, da empresa Exemplo SA e seu salário é de R$ 1.200,00.  No mês de agosto, ele fez 15 horas extras.

A convenção coletiva da categoria diz que o adicional de horas extras é de 70%.

Conforme falado no tópico anterior, para descobrir o salário hora de Pedro, é preciso dividir o salário dele (R$ 1.200,00) pelo total de horas do seu contrato de trabalho (220 horas). O resultado dessa conta foi R$ 5,45.

Agora, para descobrirmos o adicional da hora extra basta acrescer 70%, percentual previsto na CCT.

Então temos: R$ 5,45 * 70% = R$ 3,82

Logo, o valor da hora extra que é a soma da hora normal, com o adicional, é de R$ 9,27, conforme cálculo abaixo:

Salário Hora (5,45) + Adicional (3,82) = R$ 9,27.

Já temos o valor da hora extra. Para identificarmos quanto, no total, o profissional Pedro irá receber, é preciso apenas multiplicar o valor da hora extra pelo total de horas extraordinárias executadas no mês.

Hora Extra (R$ 9,27) * Total de Horas Trabalhadas (15) = R$ 139,05

Portanto, no final do mês, além do seu salário, Pedro receberá R$ 139,05 por ter trabalhado 15 horas além do que previa o seu contato.

Quero aproveitar a oportunidade para agradecer por ter lido este post e pedir que caso tenha encontrado algum erro ou queira nos comunicar uma informação, envie uma mensagem para [email protected]. Deixe, também, sua opinião nos comentários e siga-nos nas redes sociais:  Facebook, LinkedIn e Twitter.

Se você quer receber nossas atualizações por e-mail, clique aqui. Já para baixar o nosso primeiro e-Book gratuito, basta clica em: Curso Básico de Departamento de Pessoal.

Leia também:

Atualizado em: 10/05/2017

Olá,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.